Nostalgia

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010.
_________________x_____________________
Anos de ouro estavam em um lugar longínquo do passado...
Anos de ferro mostravam-lhe suas múltiplas faces malignas...

Buscando por aqueles pequenos instantes de nostalgia em que o corpo nada sente e a alma estar por um triz,

quase saltando, querendo está livre,

se via de olhos vendados, andando no parapeito da loucura humana.

Pequenos instantes que duravam pouco para seu próprio bem...

Aceitando o inevitável, buscando os instantes mágicos e quase irreais, o salto durou mais tempo.

Com infinito instante de nostalgia em que o corpo nada sente e a alma está por um triz, quase saltando,

finalmente sabendo o que é ser livre...

5 Comentários:

Tamashí no nai Koto disse...

Gostei bastante do seu texto. Da saudade do tempo em que tudo apenas era uma brincadeira. ♥

Neudes disse...

É tão triste lembrar o quanto tudo era perfeito e não poder voltar atrás e viver tudo de bom que já vivi.

lucas maia disse...

Nostálgico

Jéssica Guns disse...

O corpo nada sente e a alma está por um triz... momento difícil esse...

KaaH Joe disse...

nossa, que texto lindo, amei .

Postar um comentário

 
Baixar Sertanejo - Templates Grátis